MPIAUÍ

Equipe de transição em Curralinhos denuncia roubo de equipamentos

Postado em 07/01/2017 20:41:54

Serviços básicos de saúde e educação estão sendo afetados. MP-PI e TCE-PI afirmam estar em alerta para evitar irregularidades.

O Ministério Público do Estado do Piauí (MP-PI) e o Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) estão vigilantes ao processo de transição das gestões municipais. Em Curralinhos, cidade localizada a 90 km de Teresina, a equipe que vai assumir em janeiro do ano que vem tem encontrado uma situação caótica e denuncia o roubo de equipamentos

O prefeito Reginaldo Soares (PTB) não foi reeleito. Alcides Machado (PSB) foi o prefeito eleito e está fazendo um levantamento minucioso de cada órgão. Os problemas encontrados na saúde e educação são evidentes. 

Na sede da secretaria municipal de educação, teriam sido subtraídos bens como computadores e impressoras. Boletins de ocorrência foram feitos e de acordo com o prefeito Reginaldo Soares, por diversas vezes o local sofreu arrombamentos. Ele culpa as falhas na segurança pública.

A professora Socorro Santos está grávida de sete meses. Logo após as eleições ela foi chamada pela atual gestão e informada de que estaria demitida. ''Fomos chamados e disseram que estávamos demitidos e que não iriam mais precisar dos nossos serviços. Até hoje, não recebemos nossos pagamentos e nem nossas rescisões contratuais'', informou.

A Unidade Básica de Saúde do município sofre com a falta de médicos. Outra preocupação das equipes de transição são os equipamentos tombados pelo patrimônio público. De acordo com a equipe de transição, a frota de veículos está sucateada e com documentação em atraso.

O MP-PI faz um alerta e diz que desde o início do semestre está observando as gestões para combater este tipo de irregularidade. “É histórico o recebimento de denúncias de paralisação de serviços públicos essenciais, tais como saúde e educação, demissão em massa de servidores que eram contratados, isso por parte dos gestores que não lograram êxito ou não conseguiram eleger seus sucessores'', disse a promotora de justiça Evarangela Barros.

Na semana passada, o TCE-PI bloqueou contas de 90 prefeituras que apresentaram irregularidades. “Se o gestor que vai tomar posse cruzar os braços e não acompanhar essa situação, ele vai herdar o caos e sem querer deu causa. Tem que fazer um acompanhamento regular, envolver a população e dar ciência ao TCE”, alertou o conselheiro Kennedy Barros.

O prefeito Reginaldo Soares disse que o município fica refém da segurança e que conta com poucos policiais fazendo o policiamento. ''É inviável abordar esse tipo de crime. Já levaram computadores, notebook, impressoras e tivemos roubo de bateria de transporte escolar e duas baterias de um ônibus e de uma caçamba”, explicou.

Academia é desinstalada 
Em um vídeo enviado à TV Clube, homens da empresa responsável por instalar uma academia pública, retiram os aparelhos por falta de pagamento por parte da prefeitura de Curralinhos.

Sobre a academia pública o gestor afirmou que a assessoria jurídica está tomando as devidas providências. ''Conheci um vendedor de academias na Associação dos prefeitos. Eles instalaram a academia e futuramente iriam apresentar o pregão eletrônico e passaram-se esses dois anos e até hoje eu desconheço'', defendeu o gestor.

Fonte: g1 piaui

Compartilhar

ComentÁRIOs