MPIAUÍ

Miguel Leão vai escolher quarto prefeito após eleição de 2016

Imagens de Miguel Leão-PI
Postado em 5/8/2017

Próximo domingo (6) a população de Miguel Leão, município da Região do Médio Parnaíba Piauiense, vai escolher o seu novo prefeito. Depois que o prefeito, o vice e o presidente da Câmara foram cassados, os 1239 habitantes vão escolher o novo prefeito. Será o quarto gestor a frente da prefeitura desde a eleição de 2016.

Em fevereiro o prefeito Joel de Lima (PSD) e o vice, Jailson de Sousa (PT) tiveram as candidaturas impugnadas por participarem de suposta inauguração de um centro de convivência durante o período eleitoral. Mesmo o Prefeito Joel não tendo homologado sua candidatura na época, o que houve choque de interpretação por parte da justiça eleitoral. Joel de Lima então recorreu a Brasília e aguarda julgamento do TSE.

Porém, mesmo não tendo seu processo jugando e transitado no TSE em Brasília o TER-PI, marcou as novas eleições suplementares no município. Ficando o candidato que possa ser eleito na situação de nem assumir o cargo, um fez que o TSE poderá mandar o prefeito Joel de Lima assumir seu cargo outra vez e aguarda o trânsito e jugado do seu processo eleitoral no cargo.

Na época da impugnação de Joel de Lima, o Ministério Público Eleitoral, afirma que foi publicada em um perfil no Facebook o comparecimento de Joel de Lima no dia 2 julho de 2016, em inauguração do Centro de Convívio de Idosos do Município de Miguel Leão, bem como do Estádio de Futebol "Altamirão". O artigo art. 77 da Lei das Eleições prevê que é “proibido a qualquer candidato comparecer, nos 3 (três) meses que precedem o pleito, a inaugurações de obras públicas”. Porém, Joel de Lima ainda não era candidato na época, pois ainda não havia realizado suas convecções partidárias, cabe agora ao TSE resolver a situação.

Lembrando que segundo o Ministério Púbica na suposta inauguração estava o presidente da Câmara Municipal Antônio José de Abreu, que assumiu no lugar dos cassados e por isso no dia 16 de junho ele também foi cassado e também recorreu ao TSE e aguarda transito e julgado do seu processo.

Ou seja, quem ganhar as eleições no dia 06 de agosto de 2017, na cidade de Miguel Leão, corre sérios risco de não assumir o mandato, uma vez que, o Prefeito Joel de Lima, ainda tem direito de aguarda na cadeira, o julgamento de transitado do seu processo no TSE em Brasília.

Joel que é conhecido do Médio Parnaíba por ter tirado a cidade de Miguel Leão do atraso, mantendo salários dos servidores em dias e honrando pagamento dos fornecedores mensalmente, diferente de gestões passada da cidade, que chegaram a atrasar o salários dos servidores por 4 meses ou mais.

O candidato da base governista e Jailson, que não teve seus direitos políticos cassados e o candidato da ala oposicionista é Robertinho filho do ex-candidato Roberto Nascimento, que concorreu às eleições em 2016 e que decidiu não correr as eleições suplementares de 2017.

 

Fonte: Reinaldo Barros Torres

Compartilhar

ComentÁRIOs