MPIAUÍ

Coligação perde prazo em ação que pedia cassação do prefeito de Francisco Ayres, Valkir Nunes

No caso, a diplomação dos eleitos no pleito municipal ocorreu no dia 8 de dezembro de 2016 e a AIME foi protocolada no dia 23 de janeiro de 2017.

Valkir Nunes (Imagem: Divulgação)
Postado em 00/00/0000

A Ação de Impugnação de Mandato Eletivo – AIME que pedia a cassação do mandato do prefeito de Francisco Ayres, Valkir Nunes de Oliveira, por abuso do poder político e econômico, foi extinta monocraticamente, em razão da ocorrência de decadência, pelo juiz relator Antônio Lopes de Oliveira, do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí. A decisão foi dada na última terça-feira (17).

Para o juiz, a ação foi ajuizada fora do prazo de 15 dias após a diplomação. No caso, a diplomação dos eleitos no pleito municipal ocorreu no dia 8 de dezembro de 2016 e a AIME foi protocolada no dia 23 de janeiro de 2017.

A ação ajuizada pela ex-candidata a prefeita Ana Nere Ferreira de Brito, e a Coligação “Unidos somos mais fortes”, também foi julgada improcedente na 77ª Zona Eleitoral.

Fonte: GP1 - 20/10/2017

Compartilhar

ComentÁRIOs