MPIAUÍ

Piauiense de Amarante é assassinado em Minas Gerais

Lindomar Pacheco, morto em Minas Gerais
Postado em 28/12/2016

O piauiense Lindomar Pacheco, 57 anos, natural de Amarante (PI) foi assassinado com um tiro no peito no município de Conselheiro Lafaiete (MG), em um 'pesque-pague' na localidade de Pedra Branca. O autor do disparo fugiu do local em alta velocidade em um veículo e a vítima morreu no local.

Juliana Pacheco, filha de Lindomar, que mora em Teresina, fez um desabafo nas redes sociais em que clama por justiça, pede a prisão do assassino e contesta versão de crime passional. Ela reafirma o comportamento pacífico de seu pai e diz que sua morte foi uma covardia.

Ela conta que boatos apontam pela morte ou mesmo prisão do autor, mas quer saber da veracidade das notícias. “Ele tem de pagar pela morte de meu pai em vida. Só acredito na morte do 'Coelhão' vendo. Queremos justiça no caso”, desabafou Juliana. Ela frisou que seu pai não andava armado.

Juliana conta que já ligou para as delegacias de Ouro Branco e Conselheiro Lafaiete, mas não souberam informar a localização do assassino. Ela também buscou informações nas funerárias de Lafaiete, mas também não esclareceram os fatos sobre a possível morte do autor, já que houve informações que ele havia se matado.

Ela então apelou ao Governo do Estado, através da secretaria de defesa social, para chegar a verdade dos fatos e o paradeiro do suposto autor. “Meu pai jamais brigaria por uma mulher e não é justo o que estão plantando. Queremos esclarecer os fatos e colocar o autor na cadeia. Meu pai jamais brigaria por uma mulher. Para ele mulher era um troféu”, contestou. E fez mas um desabafo: “quem souber onde o assassino se encontra favor entrar em contato com a delegacia ou nos informar. Queremos justiça para um inocente”, pede Juliana que virá em breve pessoalmente a Lafaiete e elucidar o caso.

O corpo de Lindomar foi enterrado no município de Amarante, onde nasceu, sob a comoção da família.

 
 
 

Fonte: Correio de Minas

Compartilhar

ComentÁRIOs